WhatsApp

Blog DDZarabatana

O que fazer em caso de picada de escorpião?


9 de abril de 2019

 

Os animais peçonhentos como os escorpiões e aranhas, estão cada vez mais presentes no meio urbano, o saneamento básico precário e o acúmulo de lixo e entulho fazem com que o escorpião se adapte fácil às cidades.

Além disso a barata é um de seus alimentos favoritos, o que fazem eles viver também nos esgotos e invadir as residências pelo ralo e procurando abrigos em lugares escuros.

Em 2018 O Ministério da Saúde registrou, 141,4 mil casos de acidentes com escorpiões em todo o país, por isso DDZarabatana explica como evitar os escorpiões, e quais são os sintomas e o tratamento necessários da picada.

 

Sintomas da picada:

Dor intensa, sensação de ardência ou agulhadas, inflamação e vermelhidão no local são os sintomas mais comuns de picadas de escorpião, mas há casos em que a dor é discreta.

Nos casos moderados a pessoa pode ter náusea, vômito, aumento da frequência cardíaca, sudorese, enjoos, dificuldade para respirar e queda de pressão.

Em casos graves, mais frequentes em crianças, o vômito pode ser abundante, assim como o suor, e em  casos muito raros, a picada de escorpião pode causar até arritmias e parada cardíaca, que podem levar a morte, se a pessoa não for rapidamente atendida e tratada.

 

O que fazer em caso de picada:

É recomendado lavar o local da picada com água morna e ir imediatamente ao médico, se possível leve o escorpião que picou (pode ser uma foto ou o próprio inseto)  para identificação da espécie, já que saber o tipo de escorpião ajuda em uma avaliação mais eficaz sobre a  gravidade do acidente.

Nos casos mais simples o médico recomenda o  uso de analgésicos ou de anti-inflamatórios, como dipirona ou ibuprofeno.

Mas há alguns escorpiões, como o amarelo (espécie Tityus serrulatus, da imagem acima), possuem um veneno muito tóxico. Nesses pacientes com sintomas mais graves, é necessário o uso do soro antiescorpiônico, encontrado no Sistema Único de Saúde, para cortar o efeito do veneno no organismo.

Nestes casos, também é feita a hidratação com soro fisiológico na veia e observação por algumas horas, até os sintomas terem desaparecido.

 

O que não fazer:

Não amarre ou faça torniquete na região afetada, além disso é recomendado não aplicar nenhuma substância no local, perfurar nem fazer curativos para não aumentar o risco de infecções.

 

Ajuda profissional:

Eliminar os escorpiões antes mesmo da picada é a melhor solução e para isso é importante buscar a ajuda profissional de uma empresa de dedetização para acabar com o problema de uma vez por todas.

A DDZarabatana é a única dedetizadora de Mato Grosso do Sul a integrar o Programa Proteção Bayer. Somos a primeira Dedetizadora em Campo Grande/MS a se adequar à nova legislação municipal referente à atividade de dedetização uma das legislações mais modernas do país.

Precisando eliminar escorpiões? Entre em contato com a DDZarabatana e conheça nossos serviços de dedetização. Entre em contato no (67) 98439.8416, WhatsApp,  Ou se preferir entre em contato por e-mail pelo formulário de contato:  http://www.ddzarabatana.com.br/contato/

 

Voltar Entre em Contato